quinta-feira, 28 de outubro de 2010

34/90 - 100° Post

Oi, meninas!
.
Quero agradecer muito, muito mesmo o carinho e as orações de cada uma pelo meu pai. Ele recebeu alta ontem, está bem melhor e já está em casa me pertubando se recuperando...rs...
.
Então, como tudo está voltando ao normal, não há mais desculpas para continuar engordando, né? Agora é correr atrás do prejuízo e bola pra frente!
.
Ontem comecei na academia. Fiz 30 minutos na esteira, depois fiz musculação (ontem malhei braços) e depois fiz uma aula de Local. Putz, tô toda dolorida! A professora pega pesado mesmo, foi uma hora de agachamentos, abdominais e exercícios para o bumbum. E quando a gente fazia cara feia, ela gritava: "Não pára não, gente. Essa é a dor da beleza!" rs...
.
Pensei que nem ia conseguir malhar, porque quando saio do trabalho, só penso em cama, mas achei muito bom malhar cedinho. Parece que tenho mais disposição, sabe... mas hoje eu não fui, perdi a hora, acordei 11 horas da manhã tava toda dolorida e tinha que colocar minhas coisas em ordem.
.
Tô morrendo de medo de me pesar amanhã, sabe... sei que, com certeza, devo ter engordado mais ainda, e o medo de voltar pros 75 é muito grande. Disse nuns posts atrás que só voltaria a malhar quando chegasse nos 70, mas não dá. Gosto de ir na academia, mesmo que isso represente que a balança não vá descer, embora os resultados sejam visíveis.
.
Gente, sei que isso não tem nada a ver com dieta, mas preciso abrir meu coração pra uma coisa que está me deixando ansiosa, ansiosa. Resolvi sair do meu emprego atual. Quem me conhece a mais tempo, sabe que trabalho em um hospital público, onde eu atendo tudo que é tipo de gente. Ontem atendi um cara que, aparentemente, queria criar confusão. Depois que o soro acabou, fui retirar o acesso, e acabou que estourou a veia do cara. O cara só faltou me bater, juro! Me xingou de vagabunda pra baixo. Fiquei arrasada, sabe... comecei a chorar de nervoso, de tão irritada que fiquei. Isso foi no início do plantão. Imagina como fiquei o resto da noite, né? Pensei em ir embora naquela hora, em pedir contas assim que o dia amanhecesse, em largar a Enfermagem. Mas cheguei a conclusão de que eu amo Enfermagem, sou apaixonada pelo que eu faço, o que eu não gosto é do lugar onde estou trabalhando. Por isso, decidi sair do meu trabalho, assim que arrumar outro, que já estou procurando.
.
Meninas, tenho um zilhão de selinhos e memes pra colocar aqui, mas prometo que vou fazer um post só com eles, tá?
.
É isso aí, meninas. Amanhã eu volto com o pesinho novo.
.
E esse é meu 100° post, só agora que eu reparei... nossa, quanta abobrinha coisa legal já passou por aqui, quantas amigas eu já fiz, hein...
.
Beijos!

11 comentários:

Dida - Futura Ex-Gordinha disse...

Parabéns pelo nº 100!

Beijos

VIVI - VENCENDO CADA DIA!!! disse...

Oie amiga,

Eu tbém já tive um emprego chato de muitos anos que mandei pra prequetê...estou bem melhor hoje, minha mente que diga isso...estava ficando depressiva!!
Se vc analisou e viu com foi essa a melhor decisão a tomar, então siga em frente!

beijos e boa quinta

Gabriella disse...

Aaai que bom Flor que seu pai melhorou, fico feliz que esteja ai com vc agora, nada melhor do que ver quem a gente ama bem, não é mesmo?!
Olha, eu nunca trabalhei, mas imagino que teria tido a mesma reação que vc, pq sou explosica e emotiva ao mesmo tempo... teria gritado mto com ele, chorado e pedido conta kkkkkkkkk... comigo é 8 ou 80. Tem dessa meio termo não hahahaha.. mas nem liga, passou, e depois ele vai ficar mal com a própria consciência e vai pensar duas vezes antes de tratar alguém mal...

Bom restim de semana lindaa..
beijoos

Julie Slim disse...

Flor, é isso aí, se esta insatisfeita no local de trabalho, procure outro e assim q conseguir, dê adeus ao atual.
Boa sorte!
Ah, e muito nobre a sua profissão, viu?

Romeyka Aguiar disse...

TA valendo flor

Obrigado

bjs

Aline disse...

A enfermagem não é uma profissão fácil, não é mesmo? Sei exatamente como se sente, pois sou enfermeira e trabalho no serviço público há muito tempo. Independente disso, tenha clareza que vai encontrar situações como estas em qualquer lugar onde for trabalhar, serviço público ou privado, no bairro nobre ou na periferia. Acho que, com o tempo, o lugar deixa a gente saturada, cansada, mau humorada, chega o momento de trocar, começar uma nova empreitada, mudar de setor, sei lá, reinventar. Pra cuidar das pessoas, a gente precisa estar bem também, e desse jeito não tem cristão que fique bem.
Fico feliz pelo seu pai e desejo melhoras.
Se cuida e beijos

Belinha disse...

Fico mto feliz pelo seu pai amiga, qto a academia, eu tento ir todos os dias, mas se vc fizer 3 vezes por semana (1 hora a cada dia)já é o suficiente. Vc já faz uma atividade moderada já sai do sedentárismo...espero ter ajudado tá...bjos

cacau disse...

querida, sou enfermeira e sei bem o que essa profissão sofre, é linda mas é árdua, mas se vc gosta, tem que seguir em frente, só não pense que hospital particular é diferente..talvez seja pior ainda, é pressão por todos os lados...pense direitinho
bjs

Micha Descontrolada disse...

q bom q seu pai já ta em casa...e se tá perturbando, é pq tá bem.hehehehe

o mehor q fez foi sair, se não queria mais...tem lugar q suga nossas energias.
vai dar tdo certo.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Clara disse...

pqp desacato a funcionario publico da cadeia, pq vc nao falou isso pro fdp..... perdoe a boca, mas nao suporto ver ninguem maltratando os outros... sacanagem.

vamos a luta, treino cedo e adoro pq me deixa disposta o resto do dia.

bjsssssssss

NERVOSÍSSIMA! disse...

Mas vc é muitoooo engraçada!!!

Vim só agradecer pelo comentário motivador ( e só para sua satisfação já tô na linha bonitinho e emagrecendo DE RAAAAIVVAAAA/ rsrsrs) e chego aqui me deparo com uma única palavrinha m TACHADO que me fez MORRER de rir : me perturbando! hahahahahahah

Amamos demais essas figurinhas em nossas vidas não é?!?! Como podemos viver sem essas PERTURBAÇÕES deliciosas ?????????????

Olha, se vc ama sua profissão não se deixe abalar por esse episódio PATÉTICO... eu no seu lugar tb teria chorado de ódio e pensado em ir embora no mesmo minuto... já atendi cliente na loja da vivo q me fez chorar de tanto q me humilhou pq estava com ódio da empresa, ele disse que "NAO QUERIA FALAR COM EMPREGADA" só queria a gerente... gritando foi traumatico pra mim... eu chorei de ÓDIOOOOO pq nao podia dar um soco na cara dele.... depois fiz o q vc esta fazendo : ME DEMITI! cumpri o aviso prévio como se fosse a melhor coisa do mundo por saber que daquele emprego que me deixava arrasada eu estava de saída...

Empenhe-se em achar coisa melhor, um local que te faça sentir realizada... tenho certeza que capacidade vc tem e o mercado precisa mesmo de bons profissionais que tenham amor por aquilo que fazem (especialmente na área de saúde!)

bj grande